Casamento por Adesão

O que queremos no dia do casamento?

Família e amigos reunidos com muita alegria!

Mas cada dia que passa parece mais caro e difícil fazer aquele casamento dos sonhos… afinal o mercado de casamento oferece valores em todas as escalas e nesse universo, o céu é o limite!

Acho que por esse motivo temos acompanhando mais e mais casais que escolhem fazer o “casamento por adesão“. Esse novo formato chega como uma luz para os casais que ficam tristes por não conseguir o orçamento necessário para bancar a festa sozinhos.

Do outro lado vamos encontrar os casais que se sentem incomodados em dividir as despesas integralmente com os convidados, achando que casamento que se preza é aquele que os noivos bancam toda a festa.

Então chegamos ao chamado beco sem saída  e uma polêmica das boas! E é disso que a gente gosta! Fazer diferente, fora da caixa quebrando os padrões.

Mas afinal o que é um casamento por adesão?

Nada mais é do que um casamento alternativo, despojado onde a a festa acontece com a participação financeira dos convidados essencialmente para as despesas de alimentação e bebida.

Polêmico né? Então vamos pensar em alguns pontos que podem ajudar a decidir se esta é a solução para alcançar seu grande dia!

  • Serve para qualquer casamento? Não!
    • Esse é um formato ideal para casamentos pequenos até 70-80 convidados. Nem pense em fazer uma adesão com 250-300 pessoas.
    • É super indicado para os casais que já moram juntos e já tem uma casa montada e decidem finalmente celebrar a união.
  • Seus convidados são próximos a você e compreensivos com sua situação financeira?
    • Deixe tudo bem explicadinho para seus convidados aceitarem a ideia de coração. É importante entender quantos desses convidados ficariam chateados, ou pior, ofendidos em participar da adesão. Pessoas jovens tem mais facilidade de entender novos formatos e ideias. E para isso é fundamental que todos conheçam e compartilhem desta ideia. Quem realmente gosta de você vai ficar feliz em pagar sua parte e não ficará chateado.
  • Quem devo convidar?
    • Já falamos que é um casamento pequeno né? E se a festa é pequena então não precisa convidar muita gente. Os melhores amigos, família bem próxima que você sabe que estarão por perto e irão apoiar sua ideia. Aquele amigo de todas as horas, aquela tia que ajuda para o que der e vier… Siga a regra dos 2+2 na lista de casamento e não terá erro.
  • O que fica chato em um casamento por adesão?
    • Não dá para fazer uma adesão e de repente aparecer com roupas de grife, jóias caras, esbanjar com coisas luxuosas e desnecessárias, ou fazer aquela lua de mel em um cruzeiro de 30 dias! Com certeza seus convidados ficariam chateados e você colocaria em risco sua credibilidade. Portanto, conte com a ajuda de um especialista em criação de casamentos desse tipo desde o início.
    • Neste formato recomendamos também evitar a lista de presentes ou de lua de mel. junto, pode ser que o convidado não goste muito. Além disso, quem realmente se importa com você dará um presente de qualquer jeito. Faça a lista, mas só divulgue para quem demonstre muita vontade de te presentear. Passar a gravata, o sapato ou o que mais quiser para arrecadar uma grana extra. Olha: seus convidados já estão dando uma super força, melhor não abusar, viu?
  • Como montar o casamento por adesão?
    • Você pode combinar com o local onde vai realizar seu casamento um valor fechado por pessoa incluindo comida e bebida à vontade.
    • Outra forma é o serviço “a la carte” com um cardápio variado e pré definido e cada convidado escolhe o que desejar, assim os convidados conseguem controlar melhor o que irão gastar.
    • Você também pode escolher um buffet e utilizar as cotas virtuais para que os seus convidados paguem antecipadamente. Esse formato exige uma assessoria para que toda a verba necessária seja garantida com uma certa antecedência e neste caso é comum que os noivos tenham que desembolsar uma caução como garantia para o buffet, ou seja, se algum convidado não pagar – a conta é sua.

#DicadaAlém: se é um casamento diferente e despojado nada de cerimônias tradicionais hein? Faça com que seus convidados vivam uma experiência diferente e sintam-se importantes desde a cerimônia até a saída do evento.

E eu posso pagar uma parte da conta?

Sim! É legal você pagar a conta em algumas situações:

  • dos pais, padrinhos, avós, daminhas e pajens… Da turma que irá ao altar e com certeza abraçaram a ideia desde o início. Pode pesar um pouco no orçamento mas vai valer a pena.
  • Dar aquela rodada de shots para a galera ir ao delírio
  • Arcar com as sobremesas, e se essa for a opção busque alternativas diferentes que surpreendam os convidados

E como eu vou avisar tudo isso?

Não tem como escapar – primeiro vai ter que explicar isso no boca-a-boca e é importante também especificar no convite de casamento.

Olha aí duas sugestões de texto para o convite:

Texto para convite de casamento tradicional

No convite tradicional não tem mistério basta adicionar no finalzinho algo como “Jantar/Almoço por Adesão” e aí você utilize aquele convite individual que vem de brinde na maioria dos convites quase não se usa mais para especificar o valor por convidado. Pode parecer, mas não fica deselegante.

E se você realmente entrou no clima de fazer um casamento diferente e o seu convite será daqueles super personalizados pode usar frases divertidas e espontâneas como “contamos com sua adesão para realizar esse grande sonho” ou até se for o caso de um público super bem humorado algo mais divertido.

O fundamental é: avise seus convidados!

Mesmo entregando convite não deixe de avisar com clareza e sem timidez como será o formato da adesão: qual o valor, as formas de pagamento, e qualquer detalhe que possa pegar o seu convidado de surpresa. Evite situações desconfortáveis!

E como fica a decoração de um casamento por adesão?

Já falamos que este casamento deve ser despojado, diferente, fora da caixa,. simples? Então a decoração deve seguir a mesma experiência. O importante é celebrar e confraternizar.

Mas atenção: simples não é “feito de qualquer jeito” O carinho nos detalhes e mimos deve acontecer da mesma forma que em um casamento convencional, tudo de ser pensando para deixar sua cerimônia e festa linda e elegante.
A mesa de bolo e doces pode usar arranjos baixos, e o bolo naked é sempre uma super opção. Também faça arranjos para as mesas, coloque porta retratos e peças que identifiquem o casal.

Gostou das nossas dicas de casamento por adesão?  
Conta para gente como será sua festa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *